Violência Psicológica

O mês dedicado às mulheres está chegando ao fim e resolvemos falar de um tema que, infelizmente, vemos bastante na terapia: a violência psicológica sofrida pelas mulheres.

Muitas pessoas não se dão conta, mas não é preciso ser agredida fisicamente para estar em um relacionamento violento. Atitudes, palavras e determinados comportamentos podem machucar tanto quanto uma agressão física e trazem consequências devastadoras.

Este é um tipo de violência que as pessoas têm grande dificuldade de se reconhecer em sofrimento, geralmente precisam da ajuda de outras pessoas para identificar e sair da situação. As vítimas, muitas vezes, permanecem nesse contexto por anos por acreditarem que merecem, acharem que se trata de uma brincadeira ou ciúme. Há, ainda, aquelas que creem que o mais importante é manter o casamento ou o relacionamento porque, do contrário, seria o seu fracasso.

Ainda é muito difícil uma mulher buscar ajuda em caso de violência psicológica, elas buscam a terapia por se acharem feias, incapazes, por se sentirem culpadas por um relacionamento que não vai bem, fracas, ou seja, com queixas relacionadas à sua autoestima. Muitas vezes essas são características de mulheres que estão em um relacionamento abusivo, sofrendo violência psicológica. Sobrepeso, jeito de falar, jeito de se vestir, críticas aos familiares e amigos da mulher são usados para agredir e diminuir e, por vezes, passam despercebidos no cotidiano.

Se você conhece alguém que vem sofrendo com isso não deixe de alertá-la sobre os prejuízos que um relacionamento como esse pode acarretar em sua saúde mental.

Se tem percebido em seu relacionamento pontos como o que citamos aqui busque ajuda. Você não precisa passar por isso sozinha!

#psicologia #violência #comportamento #relacionamento

TEXTOS RELACIONADOS
AUTORES
Posts Recentes
GUSTAVO
FRANCISCO
MARIANA
UCHÔA 
TEXTOS RECENTES
TAGS
Nenhum tag.
REDES

Todos os direitos reservados - 2017 Coaching e Terapia