Suicídio

19.04.2017

Na última semana o tema suicídio tem sido bastante recorrente na mídia, nas rodas de amigos, nas redes como um todo.

 

 

O que trouxe o tema à tona foi a possível existência do jogo “Baleia Azul”, que propõe desafios que ao final o jogador deve se matar, além da série “Thirteen reasons why” (treze razões do porque) exibida na Netflix.

 

Independente das motivações da existência de ambos, é preciso criar mais estratégias em nossa sociedade para cuidar das pessoas, em especial, aquelas com comportamento suicida.

 

Um ponto de atenção é que, tanto a série quanto o jogo, são direcionados ao público adolescente. Sabemos bem que jogos e séries não fazem com que pessoas sejam suicidas e sim suas relações e situações de vida. Nesse sentido, faz-se necessário que reflitamos sobre os relacionamentos que temos construído com os jovens a nossa volta (filhos, irmãos, sobrinhos, vizinhos), produzindo relações saudáveis, que invistam em práticas de alegria, afetos que se sobreponham ao isolamento e ao constrangimento.

 

Além disso, afirmamos a Terapia como uma importante estratégia de cuidado e acolhimento de nossas dificuldades e angústias, nas diversas fases da vida, inclusive na adolescência, que por si só é um momento de inúmeras mudanças. Precisamos buscar aliados para as situações que enfrentamos na vida e a terapia pode ser um deles.

 

Trazemos, ainda, o contato útil do Centro de Valorização a Vida, uma instituição que faz um trabalho de prevenção ao ato do suicídio, acolhendo ligações, mensagens e e-mails de pessoas que pensam em cometê-lo.

 

http://www.cvv.org.br

Telefone: 141

 

Por fim, apesar de existirem 13 motivos para cometer suicídio, acreditamos que existem outros infinitos motivos para viver!

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Gostou do conteúdo?
Please reload

TEXTOS RELACIONADOS
Please reload

AUTORES
Posts Recentes
GUSTAVO
FRANCISCO
MARIANA
UCHÔA 
TEXTOS RECENTES
Please reload

TAGS
Please reload

REDES

Todos os direitos reservados - 2017 Coaching e Terapia